Modelos de Bolsas Kipling: Fotos, Dicas, Lançamentos, Imagens

A Kliping é uma marca bem popular no Brasil. No começo dos anos 2000, era uma das mais usadas pelos jovens e sabe que seu público principal é mesmo a juventude. Por isso sempre inova em seus artigos e as Bolsas Kipling são bem voltadas aos usuários de 13 a 25 anos. Há mais velhos que usam sim, mas aqueles com o eterno ar jovial no visual.

Há quem pergunte: por que as Bolsas Kipling fizeram tanto sucesso? Porque ela mudou a forma de usar o nylon na moda e mostrou que uma bolsa pode ser leve, durável e ter estilo. A marca não é nova e foi redescoberta apenas. Ela surgiu em 1987 na Bélgica, fruto de um trabalho inovador de três amigos, Vincent Haverbeke, Paul Van De Velde e Xavier Kegels.

O macaquinho usado como chaveiro da marca tem história. O nome Kipling vem em homenagem a um autor belga famoso, Rudyard Kipling, que escreveu a obra O Livro da Selva. O macaquinho é o personagem principal da obra da literatura preferida dos amigos. O mascote da marca é um dos sinais clássicos de que você está de frente com uma bolsa Klipping original.

O mais bacana das bolsas da marca é seu material: o nylon. O tecido é leve, durável e tem diversas vantagens, como ser lavável, secar rápido e durável. Demora bastante para rasgar e pode ser costurado com facilidade. É por isso que nos anos 2000 a marca se tornou febre entre os jovens, especificamente entre os adolescentes como mochila escolar.

Mais bolsas de marca aqui no blog: Bolsas Capricho, Bolsas Vogue, Bolsas Hèrmes, Bolsas Guess e Bolsas Chenson

Modelos de Bolsas Kipling

O modelo mais conhecido da marca é sua mochila de costas, jovem e básica. Há diversos modelos em tons sóbrios e básicos para uso no dia a dia. A verde musgo é a mais popular porque é lançada e relançada todos os anos. As cores variam nas coleções de acordo com as tendências da estação.

Para as meninas há modelos de tiracolo também. São feitas com o mesmo material das mochilas e se tornam ótimas para o dia a dia. Há modelos tanto em tamanho mediano como as maxi bolsas, tendência dos últimos anos da moda em acessórios femininos.

Há ainda a bolsa de mão, um misto de carteira e cluth e muito querida porque é moderninha. Há quem diga que a Klipping trabalha com a moda praia ou moda surfista. Podemos dizer que, pelo tecido sintético e lavagem colorida, é um misto dos dois. A maior parte da cartela de cores da marca é mesmo de tons mais fechados, mas há muita corte forte como amarelo, verde aberto, o laranja, o vermelho e o violeta.

Outro modelo bacana é a bolsa carteiro, também migrante do final dos anos 90 para a moda atual. Com alças laterais largas, ela pode se tornar uma bolsa tiracolo, basta encurtar, e ficar no relaxamento de usar de lado quando o peso for grande.

Recomendamos: Bolsas Louis Vuitton, Bolsas Los Postiche, Bolsas de Praia, Bolsas AdidasBolsas Calvin Klein e Bolsas Adriane Galisteu

Bolsas Kipling e outros produtos

Além de bolsas para eles e para elas, a marca produz mais acessórios. Ainda não é uma grife e nem uma loja de roupa, mas podemos esperar um amplo catálogo de produtos para os próximos anos. Ela vende também malas, sandálias e tênis, agenda, estojos, carteiras e cadernos.

Preços das Bolsas Kipling

A marca possui loja própria nas principais capitais brasileiras. Não chega a ser uma grife, mas os preços também não são dos mais baratos. As carteiras começam com o valor de R$ 60, mas suas mochilas chegam facilmente a R$ 500. Quanto mais antigo for o modelo (vintage), mais cara será a bolsa. Mas há artigos mais em conta, como cadernos de R$ 20, bolsas tiracolo de R$ 120. Há produtos para todos os gostos na loja da marca.

O que você achou dos modelos de Bolsas Kipling? Comente!

2 Comments

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!