Roupas Anos 60 da Moda Feminina: Fotos, Looks, Imagens

Saudosos anos 60 que trouxeram para os guarda-roupas peças imortalizadas. As mulheres casadas usavam os famosos vestidos chemisier, que tiveram seu auge mesmo nos anos 70, mas que nasceu originalmente nos ano 60. Conheça as roupas da moda feminina da década de 60!

Na verdade, o vestido não tem nada demais, é uma palavra francesa quer quer dizer camisa ou blusa. De corte reto, com gola esporte, podendo ter mangas curtas ou compridas. O chemisier é usado até hoje de forma repaginada.

Outra criação dos anos 60, foi a mini-saia, que causou escândalos em muitas famílias tradicionais, pois os vestidos para as garotas da época, eram vestidos comportados, com saias rodadas, porém com botões que fechados pelo menos, até o penúltimo.

As adeptas das mini-saias recebiam olhares reprovadores, e geralmente as fofocas rolavam soltas, principalmente se a garota era parte de uma família com um núcleo diferente, ou seja, pais separados.

Na época, todas as meninas queriam as mini-saias, o jeito, era quando fora do campo de visão dos pais, enrolavam a saia do uniforme escolar para ficarem mais curtas.

A verdade é que a moda pegou e hoje é peça existente em todos os armários jovens e adolescentes. Depois do jeans, é a peça mais comum que existe, em vários modelos e ela está sempre em transformação.

Outra moda que os anos 60 trouxeram e existe até hoje, são os biquíni fio-dental, usado primeiramente no Rio de Janeiro. Hoje, a grande maioria dos biquínis são fio dental, assim como a maioria das lingeries.

UMA DÉCADA REVOLUCIONÁRIA

As roupas que dominaram a cena na década de 60 pode ser considerada até inocente, porém, tomou um rumo diferente após 65, foi quando começaram a surgir movimentos rebeldes exigindo liberdade de expressão e que continuariam de forma mais forte na década 70.

Como a moda é apenas o retrato da sociedade existente, na década de 60 houve uma explosão criativa em massa, que atingiu o mundo todo.

Com o nascimento dos Bleatles e Rolling Stones, o cenário musical muda completamente. É o nascimento do rock and roll, por aqui, em terras tupiniquins, surgem a Jovem Guarda com suas cantoras usando botas de cano longo, mini-saias e as lambretas. Enquanto isso, nos EUA, os Hells Angels, grupo de motociclistas que nasceu em 1948, teve seu auge na década de 60 e 70.

A moda passa por grandes transformações, acompanhando o que seria também, os anos rebeldes.

O ESTILO BOHO

Para contar a história dessa moda que pegou os anos 60, com o movimento hippie, seria necessário voltar na história pelo menos 200 anos. Como isso daria uma matéria imensa, vamos focar os anos 60, que foi o auge desse estilo, consagrado pelo estilista Yves Saint Laurent, batizando sua criação de Moda Bohemia, que é uma junção de várias etnias

AS ROUPAS QUE MARCARAM O ESTILO HIPPIE E CIGANO ESTÃO DE VOLTA

Tecidos fluídos, estampas nas calças, camisas, vestidos. As flores nos tecidos leves. As botas com cano alto completando o visual, quase sempre de vestidos, curtos ou longos.

O momento esta para calças em sarja estampadas, blusinhas fluidas em tecido de bom caimento, quase todas cropped, saias compridas, com cintura normal e alta. As mini-saias também estão em alta em tecidos mais grossos para o inverno com o acompanhamento de botas de cano longuíssimo, acima dos joelhos.

As calças jeans também foram repaginadas e voltam com a cintura alta fazendo sucesso com tênis, botas de todos os tipos.

O barrado nos vestidos também voltou. Em corte reto e larguinho para ser usado com cinto, tem o decote careca e mangas compridas também com o barrado.

Outra tendência dos anos 60 que volta, são as batas com elásticos na altura do cotovelo e bem amplas abaixo dos cotovelos. E renda está presente nos vestidos, nos quimonos e como detalhes de roupas. A ordem é customizar para modernizar.

COMO E QUANDO USAR

Os vestidos a qualquer hora do dia com botas de cano curto e a noite com cano curto ou longo e longuíssimo.

Os tecidos podem ser interpretados como símbolos de liberdade e conforto. O boho, para quem vive no litoral, é algo tão instintivo que é usado sem que as pessoas tenham consciência dessa moda.

No outono-inverno, o boho continua em alta com casacos amplos que remetem também ao conforto.

A artista mais emblemática na moda Boho, foi sem dúvida alguma, a vocalista da Banda Fleetwood Mac, Stevie Nicks. Todos os shows e clips gravados por ela e pela banda, ela aparece dançando em meio a um mar de tecidos e texturas que não tem como separar o boho e ela.

O que você achou das roupas femininas anos 60? Comente!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!