Piercings no Dedo (Fotos, Dói?, Cuidados, Dicas)

Descubra tudo o que você precisa saber sobre piercing no dedo

Você provavelmente já ouviu falar de piercing na orelha, na boca e talvez até mesmo de piercing no freio, mas uma das novidades no mundo de modificação corporal é o piercing no dedo, perfeito para quem quer inovar com um único item.

O piercing no dedo, entretanto, envolve complicações diferentes dos demais, além de um processo de cicatrização mais demorado e que inspira mais cuidados – alguns dos quais devem ser tomados de forma definitiva, enquanto durar o piercing. Conheça mais sobre o piercing no dedo e decida se é ou não para você.

Como é feita a perfuração no piercing no dedo?

Para ter o seu piercing, a perfuração irá depender do tipo de piercing no dedo escolhido. Os principais tipos de piercing no dedo são o surface e microdermal, ficando à sua escolha qual o modelo que mais te agrada.

– Surface

O piercing do tipo surface consiste em uma perfuração superficial na pele, que pode ser feita em diversas regiões, inclusive no dedo.

No caso do piercing no dedo, a perfuração é feita na parte abaixo da primeira falange do dedo, onde geralmente é colocado o anel. A jóia normalmente é constituída por um bastão com duas esferas metálicas, uma em cada ponta e em um ângulo de 90° em relação ao dedo, evitando uma pressão desnecessária e pouco benéfica.

– Microdermal

Já o piercing no dedo do tipo microdermal, também conhecido como microdermal anchor, envolve uma única perfuração, tendo apenas um ponto de entrada, eliminando-se, portanto, o ponto de saída.

Nesse caso, a jóia escolhida geralmente é uma jóia em formado circular com um ponto de brilho, como o strass. A retirada, entretanto, só pode ser feita por um profissional, pois a outra parte do piercing, conhecida como âncora, fica localizada dentro da pele.

Duração do piercing no dedo

Diferentemente da maioria dos outros piercings que tem a possibilidade de durarem indefinidamente, o piercing no dedo sofre rejeição do corpo e comumente é expelido após um determinado tempo, o que pode acontecer em algumas semanas ou meses.

Embora todos os tipos de piercing possuam a possibilidade de rejeição pelo organismo, o piercing no dedo fica em uma área que é constantemente usada e que é exposta o tempo inteiro. Assim, com a regeneração constante dos tecidos das mãos, o piercing no dedo acarreta na expulsão da jóia após algum tempo de uso.

Cicatrização do piercing no dedo

Exatamente pelo fato de a mão não ser um local propício para esse tipo de perfuração, o piercing no dedo possui um processo de cicatrização mais demorado do que o dos outros piercings, podendo chegar a até mesmo um ano – isso se o seu corpo não expelir o piercing antes.

Por causa disso, é preciso ter paciência e cuidados redobrados por um longo período de tempo até que a cicatrização do piercing no dedo esteja completa, evitando complicações.

Cuidados com o piercing no dedo

Qualquer piercing exige atenção e cuidado, mas isso é especialmente pronunciado no caso do piercing no dedo, que tende a exigir mais cuidados para que você não tenha problemas com esse tipo de piercing.

– Higienize constantemente as mãos

Se já é importante estar com as mãos limpas na hora de cuidar de qualquer tipo de piercing, é ainda mais indispensável que isso ocorra com o piercing no dedo e para isso você terá de higienizar suas mãos pelo menos três vezes por dia, incluindo a área do piercing. Isso evitará a propagação de bactérias e o surgimento de uma infecção.

– Evite movimentos bruscos e choques

Por mais esforço que façamos nossas mãos estão sempre em movimento e isso pode ser um problema ao ter um piercing no dedo, especialmente em processo de cicatrização. Assim, é indispensável evitar movimentos bruscos que causem algum tipo de lesão na perfuração além de evitar choques e esbarrões.

– Evite o contato com produtos químicos

Nos primeiros estágios da cicatrização é importante evitar o contato com produtos químicos, como ao lavar louça ou os cabelos, por exemplo. Evite o contato sempre que possível para evitar efeitos indesejados.

– Coloque o piercing na mão de menor uso

Colocar o piercing no dedo na mão que você menos usar é um dos jeitos de garantir que sua cicatrização será mais bem-sucedida. Assim, se você for canhota, opte pelo piercing na mão direita e se for destra, pelo piercing no dedo da mão esquerda.

– Não cubra a região

Cobrir a região do piercing no dedo ocasionará uma falta de oxigenação local, fazendo que a região fique escurecida e com aspecto nada saudável. Dessa forma, evite cobrir a região de modo a evitar esse problema.

– Cuidado com anéis

Ao utilizar anéis em dedos próximos ao piercing no dedo é preciso ter cuidado com o choque dos anéis com a jóia, causando trauma na região. Prefira, portanto, não utilizar anéis nos dedos adjacentes ao do piercing.

O piercing no dedo é uma forma de expressar estilo e personalidade, mas é preciso ter cuidado antes de escolher essa perfuração, que inspira cuidados extras. Escolha um profissional de confiança e tome todos os cuidados para aproveitar ao máximo o seu piercing no dedo.

O que você achou das fotos de piercings nos dedos? Comente!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!